Por que fazer o teste do pezinho?

                         

 A IMPORTÂNCIA DO TESTE DO PEZINHO PARA O DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA.

O Brasil foi o primeiro país da América Latina a ofertar o Teste do Pezinho, em 1976, porém somente na década de 90, com a publicação do Estatuto da Criança e do Adolescente, é que ficou definida a obrigatoriedade do acesso das crianças ao exame.

A coleta do teste de triagem neonatal biológica, popularmente conhecida no Brasil por “teste do pezinho”, é realizada nos pontos de coleta da Atenção Básica em Saúde e em alguns estados, essa coleta também é ofertada em maternidades, casas de parto ou comunidades indígenas.

Mas afinal, o que é o Teste do Pezinho?

O Teste do Pezinho faz parte de um conjunto de ações preventivas, conhecidas como triagem neonatal e tem como objetivo identificar precocemente doenças que se apresentam, normalmente, de forma assintomática. Podem ser doenças metabólicas, genéticas, enzimáticas e endocrinológicas. Se confirmado alguma dessas doenças, o acompanhamento e o tratamento serão ofertados pelo SUS e deve ser iniciado o mais breve possível, evitando sequelas ou até mesmo a morte, dependendo do diagnóstico.

O exame é realizado entre o terceiro e o quinto dia de vida do recém-nascido, sendo coletado uma amostra de sangue do calcanhar do bebê. Essa amostra permite identificar doenças como: o hipotireoidismo congênito (glândula tireoide do recém-nascido não é capaz de produzir quantidades adequadas de hormônios); a fenilcetonúria (doença do metabolismo); as hemoglobinopatias (doenças que afetam o sangue – traço falcêmico e doença falciforme); a fibrose cística (doença genética que afeta principalmente os pulmões); Hiperplasia Adrenal Congênita (doença genética que limita a produção de hormônios nas glândulas adrenais); e a deficiência de biotinidase (doença genética caracterizada pelo mau funcionamento da enzima biotinidase).

A Triagem Neonatal é composta por quatro testes, o Teste do Pezinho, o Teste da Orelhinha, o Teste do Olhinho e o Teste do Coraçãozinho. O diagnóstico estabelecido pelo programa de Triagem Neonatal permite o tratamento precoce, evitando o desenvolvimento do quadro clínico do bebê e propiciando grandes chances de as crianças não desenvolverem sequelas. A demora na adesão pode comprometer o tratamento, resultando em lesões no sistema neurológico e no desenvolvimento da criança. O Sistema Único de Saúde (SUS) garante o acompanhamento com especialistas a todos os pacientes que necessitarem, já que para cada doença detectada existe um tratamento específico durante toda a vida.

Todas as crianças recém-nascidas devem fazer o Teste do Pezinho para que possam ter uma vida mais saudável. Qualquer pessoa pode ter um filho portador dessas doenças, mesmo que nunca tenha ocorrido um caso na família. Por isso é muito importante a mãe ou responsável comparecer com a criança em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) para realizar o teste do pezinho.

 

REFERÊNCIAS

SAÚDE, Ministério da. Entenda a importância do teste do pezinho para o bebê. 2016. Disponível em: <http://www.blog.saude.gov.br/index.php/materias-especiais/51815-entenda-a-importancia-do-teste-do-pezinho-para-o-bebe>. Acesso em: 12 jul. 2018.

SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE. MANUAL TÉCNICO: Triagem Neonatal Biológica. 1 ed. Brasília: Didática Editora do Brasil Ltda, 2016. 80 p. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/triagem_neonatal_biologica_manual_tecnico.pdf>. Acesso em: 13 jul. 2018.

 

SOUZA, Josiane Santos de. EDUCAÇÃO EM SAÚDE: um desafio no processo de informação sobre o Teste do Pezinho. 2015. 49 f. Monografia (Especialização) - Curso de Gestão de Serviços de Saúde, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2015. Disponível em: <http://www.cehmob.org.br/wp-content/uploads/2015/07/Monografia_Josiane-Santos.pdf>. Acesso em: 13 jul. 2018.

 

Faça já sua inscrição:

Para participar das ações de Promoção da Saúde e Prevenção de Riscos e Doenças, preencha o formulário abaixo:


Nós usamos cookies e outras tecnologias para proporcionar a você uma melhor experiência de navegação em nosso Portal. Alguns cookies são necessários para permitir o início de uma sessão segura, memorizar os detalhes de seu início de sessão ao Acesso Exclusivo e funcionalidades de nossas páginas. Conheça nossa área de Proteção e Privacidade de Dados.